HÁ 50 ANOS – Acontecimentos de 1961

Agosto

22/08/61 – Em Changai o vice-presidente da República, João Goulart, referiu-se entusiasticamente ao papel de Mao Tse-Tung, na política interna e externa da República Popular da China.

1961 - 01

25/08/61 – Renúncia do Presidente Jânio Quadros sete meses após a posse. O ato é submetido e aprovado pelo Congresso Nacional.

1961 - 02

28/08/61 – O Presidente Interino, Ranieri Mazilli, envia ao Congresso Nacional mensagem informando que os ministros militares consideram a volta do Vice-presidente João Goulart ao Brasil como inadmissível, no momento.

29/08/61 – Os Ministros Militares assinam manifesto expondo as razões para considerar inaceitável posse de Goulart na presidência.

1961 - 03

Setembro

02/09/61 – O Congresso Nacional aprova emenda instituindo o sistema parlamentarista de governo.

1961 - 04

04/09/61 – Carta de Presidente Ranieri Mazilli ao Congresso informa que os três Ministros militares aceitam o compromisso parlamentar.

05/09/61 – João Goulart chega a Brasília, após ter voltado ao Brasil pelo Rio Grande do Sul sob garantias do III Exército.

07/09/61 – João Goulart presta juramento como Presidente da República.

08/09/61 – Instalação do Primeiro Conselho Parlamentarista, tendo como 1º Ministro Tancredo Neves.

28/09/61 – Assinatura do decreto nº 1.422, criando o cargo de Ministro Extraordinário do Planejamento.

Outubro

02/10/61 – O Almirante Cândido Aragão assume o comando do QG da Guarnição do Corpo de Fuzileiros Navais.

06/10/61 – O Salário-mínimo é aumentado em 40% por decisão do Conselho de Ministros.

07/10/61 – Alteração dos comandos militares pelo Marechal Odilo Denys.

09/10/61 – Manifesto do grupo “nacionalista-legalista”, fazendo o exame das causas econômicas da crise político-militar brasileira desde a renúncia de Jânio Quadros. O grupo de militares signatários rompe com o ministro Segadas Viana.

17/10/61 – O Chefe do EMFA, Gen Oswaldo Araújo Mota, pede o fim do comunismo que, segundo seu discurso de posse, atua em vários setores da vida brasileira.

21/10/61 – Arquivado na Assembleia Legislativa do Estado da Guanabara o impeachment tentado pela oposição contra o Governador Carlos Lacerda.

25/10/61 – Em comício na capital goiana, os Governadores Mauro Borges (Goiás), Leonel Brizola (Rio Grande do Sul) e Miguel Arraes (Pernambuco) lançam as bases da Frente de Libertação Nacional (FLN), com o apoio de 40 Deputados. Luiz Carlos Prestes, que comparece ao encontro, admite que a ideia é de inspiração marxista, lançada em agosto de 1950 pelo Comitê Central do Partido Comunista Brasileiro e ratificada pelo IV Congresso Nacional do PCB, em novembro de 1959.

26/10/61 – Conselho de Ministros lança seu programa de 16 pontos para combater à inflação.

Novembro

16/11/61 – Discurso de João Goulart em Belo Horizonte denuncia e desafia uma possível trama golpista contra seu governo.

23/11/61 – O Chanceler Santiago Dantas anuncia na Câmara Federal o reatamento de relações com a URSS.

27/11/61 – O Marechal Henrique Lott se pronuncia contra o reatamento.

30/11/61 – A Tribuna da Imprensa publica que comunistas têm apoio de João Goulart para tentar assumir o poder na Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria e que Luiz Carlos Prestes afirmou que o Partido Comunista Brasileiro fará do Brasil uma nova Cuba.

1961 - 05

Dezembro

05/12/61 – O regime de Cuba se proclama marxista e o Brasil revê boa parte de sua posição político-econômica de apoio àquele país.

12/12/61 – De Melbourne, Austrália, o ex-presidente Jânio Quadros assina manifesto de 15 linhas, conclamando o povo a manter-se unido porque o drama nacional em que vê mergulhado o país “é fruto de inércia, desonestidade e apetites criminosos de indivíduos e grupos”.


Sede Central
Av. Rio Branco 251 - Centro
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 3125-8383
Sede Lagoa
Rua Jardim Botânico 391 - Jrd. Botânico
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2197-8888
Sede Cabo Frio
Av. dos Astros 291 - Praia do Foguete
Cabo Frio/RJ - Tel.: (22) 2643-3537

Slider by webdesign