Chegando ao Porto

Topo Campanha [08abr15]

CHEGANDO AO PORTO

14 de outubro de 2015

Quando há alguns meses achamos por bem desencadear uma campanha pela busca da redenção de valores caros ao povo brasileiro, estávamos convictos de que a hora disso ser feito por algum segmento nacional já tardava.

Hoje, quando julgamos que nossa Campanha pela Moralidade Nacional alcançou os objetivos a que se propunha dentro de seu espectro de possibilidades de atuação, somos forçados a admitir que, infelizmente, estávamos certos em nossa análise do cenário brasileiro.

O brasileiro continua a viver uma crise de valores que leva o País em direção a um precipício moral capaz de atrasar nosso desenvolvimento em muitos anos, quiçá décadas. Não é tão simples constatar a necessidade visceral do homem comum querer levar vantagens na vida diuturnamente. Isto se tornou um câncer a corroer nas diferentes camadas sociais, independente, inclusive, do grau de crescimento cultural.

O que fazer então?

Mais do que nunca há que se criar e manter uma chama no seio da nossa sociedade a iluminar um caminho verdadeiro de desenvolvimento sociocultural antes que econômico-financeiro. Há que se trabalhar as mentes antes de querer qualquer progresso de ordem material. O povo não vai melhorar com a cabeça que tem hoje e a tem por culpa das elites que habitam esta Terra de Santa Cruz. Por conseguinte, as lideranças brasileiras de todas as ordens têm que ter a hombridade e o sentido de brasilidade necessário a resgatar nossa moral como povo. Faz-se necessário que nossos homens públicos tenham a coragem moral de pensar no bem-comum antes de vislumbrar sua locupletação com a coisa pública.

Muito tempo foi perdido na busca pessoal em detrimento da pública. Esquecemos que o crescimento da sociedade também é parte do nosso crescimento como pessoa.

A Campanha pela Moralidade Nacional foi como o acendimento de uma pira na tentativa de trazer luz à escuridão de valores que cercam nossa sociedade.

Como tal, atingiu seu intento!

Foram mais de meio milhar de adesões de preocupados brasileiros de Leste a Oeste e de Norte a Sul do País, cinquenta crônicas de personalidades nacionais sobre o tema, além de palestras com entusiasta assistência, restando-nos a certeza de que a Campanha tinha de ter sido elaborada, como tantas outras que o Clube Militar encetou ao longo de sua centenária vida e que, também, ocupou com beleza cívica invulgar o espaço a ela destinado.

Como uma sentinela diligente, o Clube Militar continuará na firme determinação de permanecer atento à vida nacional e às suas vicissitudes, buscando colaborar para o sucesso do verdadeiro crescimento da Nação Brasileira.

GEN DIV GILBERTO RODRIGUES PIMENTEL é Presidente do Clube Militar


Sede Central
Av. Rio Branco 251 - Centro
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 3125-8383
Sede Lagoa
Rua Jardim Botânico 391 - Jrd. Botânico
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2197-8888
Sede Cabo Frio
Av. dos Astros 291 - Praia do Foguete
Cabo Frio/RJ - Tel.: (22) 2643-3537

Slider by webdesign