HÁ 50 ANOS – Acontecimentos de Jul 63

02/07/63 – João Goulart e John Kennedy reúnem-se em Roma por 25 minutos, na casa do Embaixador norte-americano.

                     Em ofício às estações de rádio de todo o País, o ministro da Justiça, Abelardo jurema, manda que sejam suspensos debates sobre problemas nacionais “por temer consequências sérias nos confrontos  dos oponentes”, em consequência da série de atritos entre Leonel Brizola e João Calmon.

                     Ministro da Guerra, general Jair Dantas Ribeiro, impediu que oficiais paraquedistas realizassem que que chamaram de “salto pacífico”, sobre o Congresso Nacional.

15 - Jul 01

                     MEC confirma subvenção de Cr$ 15 milhões para o “Seminário Estudantil do Mundo Subdesenvolvido” que a oposição chama de “Seminário da Subversão”.

03/07/63 – OEA pede aos governos das Américas maior controle da subversão no hemisfério.

17 - Jul 03

                     Dois mil oficiais reunidos no Clube Militar, a pretexto de debater aumento de vencimentos, fazem violenta manifestação antigoverno, aprovando, contudo, manifesto moderado, por interferência do Presidente do Clube, Marechal Magessi, em que concedem até o dia 14 de julho para o Governo aprovar as reivindicações da classe: hierarquia salarial, vinculação dos vencimentos ao salário-mínimo e nível 17 para segundo-tenente.

16 - Jul 02

05/07/63 – Em consequência da Assembléia do dia 03 o Ministro da Guerra determina a prisão de sete oficiais oradores na reunião, incluindo o próprio Magessi, presidente do Clube Militar, por não ter tomado nenhuma providência quando da das manifestações antigoverno. O ministro da Guerra declara que “não tolerará indisciplina”.

18 - Jul 04

08/07/63 – Luiz Carlos Prestes é convocado pelo DOPS-Rio para depor sobre o ataque a Capivari.

                     Punição de oficiais gera segunda reunião protesto no Clube Militar.

                     Morre dona Vicentina Goulart, mãe do Presidente da República.

                     Proibida manifestação do Governador Carlos Lacerda através de rádio e TV.

11/07/63 – Guerrilheiros das “Ligas Camponesas” ocupam novos engenhos em Pernambuco.

19 - Jul 05

                     General Osvino Ferreira Alves passa à reserva.

15/07/63 – Em carta pessoal a João Goulart, o Presidente Kennedy reitera seu apoio ao Brasil.

20/07/63 – A gaúcha Ieda Maria Vargas é a segunda brasileira eleita “Miss Universo”.

21/07/63 – Em palestra na rádio Guaíba, o Governador Carlos Lacerda adverte para o avanço das esquerdas dizendo: “Ou salvamos o Brasil agora do avanço comunista ou não teremos eleições em 1965”.

                     Adversários e partidários de Carlos Lacerda se confrontam em Porta Alegre, gerando conflitos e paralisando o centro da cidade.

20 - Jul 06

24/07/63 – O jornalista Hélio Fernandes, diretor da “Tribuna da Imprensa” do Rio, é preso em Belo Horizonte onde fica incomunicável por determinação pessoal do Ministro da Guerra, Jair Dantas Ribeiro.

                     Em tumultuada sessão na Câmara Federal, Leonel Brizola tenta agredir João Calmon.

29/07/63 – No Recife, João Goulart assina convênios com a SUDENE no valor de Cr$ 20 bilhões, metade dos quais para investimento em eletrificação.

                     O Rio de Janeiro vive dia de grande agitação, consequência do comício de protesto de diversas categorias profissionais contra a carestia.

21 - Jul 07


Sede Central
Av. Rio Branco 251 - Centro
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 3125-8383
Sede Lagoa
Rua Jardim Botânico 391 - Jrd. Botânico
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2197-8888
Sede Cabo Frio
Av. dos Astros 291 - Praia do Foguete
Cabo Frio/RJ - Tel.: (22) 2643-3537

Slider by webdesign