CHI

Era antiga a aspiração do Clube de criar algum órgão que facilitasse a aquisição de casa própria por parte dos sócios.

Em diversas oportunidades o assunto veio à baila, em assembleias e reuniões de Diretoria, mas a situação financeira do Clube ou as dificuldades políticas enfrentadas pela Nação na época não permitiram que o assunto prosperasse.

Quando da construção do Edifício Marechal Deodoro e da Sede Esportiva, várias vezes foi discutida a ideia de construir nesses locais imóveis que seriam vendidos aos sócios.  Era evidente, porém, que a quantidade de imóveis seria totalmente insuficiente para satisfazer a demanda.

Em 9 de julho de 1948, um grupo de 180 sócios apresentou ao Clube a sugestão da criação de uma Carteira Hipotecária.

Os estudos e discussões progrediram e, em 29 de setembro de 1948, uma Assembleia Geral Extraordinária aprovou a criação da Carteira Hipotecária e Imobiliária – CHI.

Os trabalhos iniciais de organização da Carteira contaram com a assessoria valiosa de dois especialistas civis, o urbanista Dr. Hélio Uchoa e o economista Dr. Plínio Catanhede.

Em 19 de abril de 1950 o Presidente Dutra sancionou a Lei nº 1086, da mesma data, que autorizava o Poder Executivo a financiar as operações imobiliárias que o Clube Militar realizasse com os oficiais associados da Carteira Hipotecária e Imobiliária.

O Senado Federal já autorizara, em 1949, o Ministério da Fazenda a suprir a CHI com a importância anual de 100 milhões de cruzeiros, de 1950 a 1955, para financiamento de seus projetos imobiliários.

A demanda pelos financiamentos era grande: em 1950 já havia 4.600 associados à CHI, que já ocupava o 2º andar do Edifício Marechal Deodoro.

Após as medidas burocráticas necessárias, eleição da Diretoria, aprovação de Estatutos e Regulamento da CHI e seu registro em cartório, o primeiro financiamento foi concedido em 30 de novembro de 1950, sendo beneficiado o Tenente Coronel José Duval de Figueiredo, que recebeu financiamento de Cr$ 350.000,00, para aquisição de imóvel sito à Rua dos Araújos, 81 – Tijuca.

No Relatório da CHI de 1953, consta que a mesma contava com 8.224 sócios, dos quais 1.290 já tinham sido contemplados com empréstimos imobiliários para construção por iniciativa própria, por iniciativa da Carteira ou para sub-rogação de dívidas.

A lei 2672, de 7 de dezembro de 1955, prorrogou por mais cinco anos os empréstimos concedidos à Carteira, que passou a dispor de mais cinco dotações orçamentárias anuais de Cr$ 100.000.000,00, até 1959.

Em janeiro de 1960, pela primeira vez, a CHI distribuiu Cr$ 100.000.000,00 de recursos próprios para financiamento de aquisição de imóveis pelos sócios. Nesse ano, foram financiados 564 imóveis.

O Clube atinge 22.661 sócios efetivos (dos quais 11.000 sócios da CHI), 482 remidos e 133 assemelhados.

O Decreto 306/61 alterou o Regulamento das Operações Imobiliárias da CHI.

O Projeto 4913/1963, da Câmara de Deputados, restabelece a vigência, por mais dez anos, a contar do exercício de 1962, do crédito especial repassado pelo Tesouro da União ao Clube Militar, para emprego exclusivo na CHI.

Em 1967, a CHI firmou dois convênios. Um, com a COPEG, para financiamento de 500 residências; outro, com o BNH, para construção e financiamento de 3.500 unidades residenciais, em todo o território nacional.

Em junho de 1968 o Diretor da CHI anunciava que, desde o início de suas atividades em 1950, a Caixa já atendera 2.722 associados com financiamentos para aquisição da casa própria.

Em 13 de agosto de 1976 o Gerente de operações da CHI apresentava uma apreciação sobre o movimento de obras da Caixa na qual consta que as obras na gestão da Lei nº 1086 – de 1953 até o início do convênio com o BNH – foram entregues 1.100 apartamentos e 21 lojas; e que as obras financiadas em convênio com o BNH somavam 2.241 unidades residenciais, além de 184 em fase de construção.

Em 24 de setembro de 1979 a CHI passou a ser considerada Agente Financeiro, por decisão do Banco Nacional de Habitação.


Sede Central
Av. Rio Branco 251 - Centro
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 3125-8383
Sede Lagoa
Rua Jardim Botânico 391 - Jrd. Botânico
Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2197-8888
Sede Cabo Frio
Av. dos Astros 291 - Praia do Foguete
Cabo Frio/RJ - Tel.: (22) 2643-3537

Slider by webdesign